Número oficial de civis mortos nos combates em Basra chega a 125

Agência EFE

BAGDÁ - Os combates entre o Exército iraquiano e as milícias fiéis ao clérigo xiita Moqtada al-Sadr, que continuam hoje, deixaram 125 civis mortos e 500 feridos em Basra e seus arredores, 550 quilômetros ao sul de Bagdá, desde sua explosão na noite de segunda-feira, segundo o Ministério do Interior iraquiano.

Esta manhã continuavam os enfrentamentos entre as forças de segurança iraquianas, apoiadas pelas forças da coalizão multinacional, e os milicianos xiitas do Exército Mehdi.

Ontem à noite, a delegacia central de Polícia de Basra foi alvo de um ataque com bombas em que morreram três agentes e um oficial da Polícia iraquiana.

O site 'As Notícias de Nassiriya' publicou hoje que as forças de segurança iraquianas assumiram o controle total da província de Dhi Qar.