Adolescente mata colega a punhaladas em escola argentina

Portal Terra

BUENOS AIRES - Um adolescente de 17 anos foi morto a punhaladas por um colega com quem tinha discutido. O crime aconteceu dentro da sala de aula na escola em que eles estudavam, na cidade de Villa Gesell, na Argentina.

O responsável pelo ataque tentou fugir, mas foi rapidamente levado pela mãe às autoridades locais. O episódio aconteceu na noite de quinta-feira. Devido á tragédia, as aulas foram suspensas hoje.

A briga entre os dois alunos ocorreu porque um deles jogou uma "bolinha de papel" no outro durante uma aula, afirmou Emilio Otero, pai do garoto assassinado dentro da escola.

Otero também contou que o adolescente que apunhalou seu filho "tinha antecedentes de violência, mas os diretores da escola faziam vista grossa".

- Começou com uma briga boba. Meu filho atirou um papel nele, mas em seguida disse que não estavam no jardim de infância, que estavam ali para estudar. O outro, no entanto, respondeu 'você não me conhece' e lhe deu três punhaladas no tórax - relatou.