Papa afirma que ressurreição de Cristo é uma verdade documentada

Agência EFE

CIDADE DO VATICANO - O papa Bento XVI afirmou hoje, durante a audiência geral realizada na Praça de São Pedro, que a ressurreição de Cristo é uma 'verdade histórica' que está "amplamente documentada'. No entanto, Bento XVI lamentou que 'tanto hoje como no passado existem aqueles que a põe em dúvida (a ressurreição) ou a negam'.

O líder da Igreja Católica dedicou hoje a mensagem, que pronuncia todas as quartas, à ressurreição de Cristo após sua crucificação e morte. Além disso, ele explicou que esta 'é a verdade central da fé cristã'.

Segundo o papa, 'caso se enfraqueça a fé na ressurreição na Igreja tudo se detém, tudo se desfaz', enquanto 'a adesão do coração e da mente a Cristo ressuscitado muda a vida e ilumina a existência das pessoas e dos povos'.

Para o pontífice 'a certeza de que Cristo ressuscitou dá coragem, audácia profética e perseverança aos mártires de cada época', assim como 'encoraja muitos homens e mulheres a deixarem tudo e segui-lo'.

- Na Igreja tudo se compreende a partir deste grande mistério, que mudou o curso da história e que se torna atual em cada celebração eucarística - declarou.

Além disso, ele instou os fiéis 'a afirmarem novamente esta realidade fundamental da fé, pois a adesão ao Cristo morto e ressuscitado muda a vida das pessoas e dá coragem e força ao testemunho dos crentes'.

Após a audiência, o papa retornará a Castelgandolfo, casa de verão dos pontífices e que fica a cerca de 20 km de Roma, para onde foi na última segunda após as celebrações da Semana Santa e onde deve ficar até o próximo domingo