Chávez: Refinaria em Recife servirá de base para integração regional

Agência EFE

RECIFE - O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, afirmou hoje que a refinaria binacional que seu país construirá com o Brasil em Pernambuco é uma das bases para a futura Petrosul, um antigo projeto seu para integrar as petrolíferas latino-americanas.

- Esta refinaria é muito importante porque está derivando (...) no que nós temos chamado de Petrosul. A Petrosul é a aliança energética de integração sul-americana - afirmou Chávez em declarações a jornalistas após sua chegada ao Brasil.

- A refinaria faz parte desse projeto de transformar a América do Sul em um pólo de força - acrescentou o governante venezuelano.

Chávez já defendeu várias vezes uma integração entre todas as empresas de energia e petróleo da região para criar a Petrosul.

Segundo o presidente venezuelano, a refinaria binacional processará, em proporções iguais, o petróleo brasileiro e o petróleo venezuelano da faixa do Orinoco, o que "demonstra união".

A refinaria, que exigirá um investimento de aproximadamente US$ 4 bilhões e vai ter capacidade para processar 200.000 barris de petróleo ao dia, começou a ser negociada pelas duas petrolíferas em 2005. Mas, até agora, um acordo não foi assinado.

A central fica a cerca de 40 quilômetros de Recife, e o objetivo de ambos os Governos é que ela comece a operar em 2010.

Apesar das declarações de executivos da Petrobras de que ainda faltam muitos detalhes para assinar o acordo, Chávez afirmou que as bases do contrato poderão ser assinadas nesta quarta-feira.