Comissão Européia concede ajuda de 300 milhões de euros a palestinos

Agência EFE

BRUXELAS - A Comissão Européia (órgão executivo da União Européia) anunciou nesta terça-feira a transferência de uma primeira ajuda de 300 milhões de euros aos territórios palestinos, do total de 440 milhões de euros que se comprometeu a conceder este ano.

Dos 300 milhões de euros oferecidos pela CE, 71 milhões de euros irão para o Organismo das Nações Unidas para os Refugiados da Palestina (UNRWA), informou o Executivo da UE em comunicado.

Esta quantia inclui a contribuição anual do Executivo da UE ao UNRWA e uma contribuição especial de 5 milhões de euros para projetos concretos em defesa dos refugiados mais vulneráveis.

O resto do pacote de ajuda (229 milhões de euros) será canalizado através de um programa com o qual a CE apóia a Autoridade Nacional Palestina (ANP), e deve servir principalmente para financiar serviços públicos e pagar os funcionários palestinos.

A ajuda se enquadra dentro dos compromissos adotados na Conferência de Doadores realizada em dezembro em Paris, na qual a comunidade internacional prometeu US$ 7,4 bilhões para financiar os planos de reforma da ANP.

A comissária de Relações Exteriores da União Européia, Benita Ferrero-Waldner, destacou no comunicado a rapidez para efetivar a ajuda européia, três meses depois da conferência de Paris.