Pelo menos dez bombas caem na 'zona verde' em Bagdá

Agência EFE

BAGDÁ - Pelo menos dez bombas caíram na protegida "zona verde', no centro de Bagdá, causando várias explosões no local, que acolhe as embaixadas dos Estados Unidos e do Reino Unido, segundo fontes policiais.

As fontes asseguraram desconhecer se houve vítimas na região, onde se localizam também vários escritórios governamentais, o Parlamento iraquiano e embaixadas de diferentes países.

Além disso, as explosões causaram grandes colunas de fumaça que se levantaram sobre o local no centro de Bagdá, que conta com grandes medidas de segurança.

Até o momento, o Exército americano não confirmou nem desmentiu o incidente e a Polícia iraquiana não deu mais explicações sobre a origem das explosões.

A chuva de morteiros sobre a 'zona verde' é a segunda em menos de uma semana, após a que precedeu a visita do vice-presidente americano, Dick Cheney, a Bagdá na segunda-feira.