Fortes chuvas matam três em Buenos Aires

InvestNews

BUENOS AIRES - Pelo menos três pessoas morreram devido às fortes chuvas que atingiram na sexta-feira a capital argentina e arredores, informou neste sábado a polícia de Buenos Aires.

O corpo de um homem de 59 anos, desaparecido durante o temporal quando praticava windsurf no rio da Prata, foi encontrado a cerca de 1 km da costa, informou o oficial Norbertini Nini.

O prefeito de San Vicente, Daniel de Sabatino, informou que uma mulher, que trabalhava como enfermeira, foi atropelada quando descia de um ônibus, em meio a fortes ventos e chuva torrencial. O corpo de um homem, ainda não identificado, foi encontrado na rua.

Pelo menos 730 pessoas tiveram que abandonar suas casas, nas localidades ao sul da capital, por causa das inundações. Em San Vicente, a "situação é bastante grave, sabemos que 500 famílias estão em estado gravíssimo", disse Sabatino.

- Foram ventos tremendos, os mais intensos dos últimos 30 ou 40 anos. Há mais de 150 pessoas que perderam suas casas e outras 150 que saíram voluntariamente. Casas voaram, tetos e paredes foram destruídos, árvores e postes de luz caídos, essa é a situação - detalhou o prefeito.

Além de danos materiais nas casas, há registro de cortes de luz e água, segundo os Bombeiros e a Defesa Civil.