John McCain afirma que Príncipe Harry é um exemplo a ser seguido

Agência EFE

LONDRES - O pré-candidato republicano à Casa Branca, John McCain, admitiu estar orgulhoso pelo fato de o príncipe Harry da Inglaterra ter servido ao Exército britânico no Afeganistão, e qualificou o jovem de 'modelo' a seguir e pessoa que "inspira'.

O senador americano, de 71 anos, faz essas considerações sobre o filho do príncipe Charles ao jornal 'The Sun', por ocasião de sua visita ontem ao Reino Unido, onde se reuniu com o primeiro-ministro do Reino Unido, Gordon Brown.

McCain inclusive encorajou o príncipe William, segundo na linha de sucessão à Coroa britânica, a seguir os passos de seu irmão na frente de batalha, afirma o jornal.

- Lamento que o serviço de Harry tenha sido interrompido pela desnecessária publicação de sua presença no Afeganistão - ressaltou McCain.

- Sua boa vontade e entusiasmo em servir inspira outros jovens a servir pela liberdade no Afeganistão - disse.

O príncipe Harry, terceiro na linha de sucessão ao trono britânico, voltou há algumas semanas do Afeganistão após permanecer dez semanas lutando contra os insurgentes talibãs.

Por razões de segurança, o Ministério da Defesa britânico ordenou o imediato retorno de Harry ao Reino Unido, após vazar na imprensa a informação de que estava no Afeganistão.