Milhares protestam em Londres e Glasgow contra conflito do Iraque

Agência EFE

LONDRES - Milhares de pessoas protestaram neste sábado, em Londres e na cidade escocesa de Glasgow, contra o conflito do Iraque, e exigiram a retirada das tropas britânicas do Afeganistão.

Os manifestantes, convocados pela organização Stop the War e pela Campanha para o Desarmamento Nuclear (CND), pediram também que não se ataque o Irã e que as fronteiras de Gaza voltem a ser aberta.

As organizações que promoveram o protesto solicitaram aos participantes que levassem flores, coroas, sapatos e quaisquer objetos que pudessem ter caráter simbólico para depositá-los na praça do Parlamento em Londres.

- Cinco anos depois da invasão do Iraque, o mundo se tornou um lugar muito mais perigoso. Segundo alguns cálculos, até um milhão de pessoas podem ter sido mortas violentamente como resultado da ocupação do Iraque - disse um porta-voz da Stop the War.

- O número de mortos no Afeganistão é de dezenas de milhares. Segundo a organização Oxfam, estão ocorrendo quatro vezes mais ataques aéreos nesse país do que os realizados no Iraque, e o resultado de toda essa devastação é que os talibãs estão se fortalecendo - acrescentou o porta-voz.