Ataque no Iraque mata tradutor e fere dois soldados americanos

Agência EFE

BAGDÁ - Um tradutor iraquiano morreu e seis pessoas ficaram feridas, entre elas dois soldados americanos, em um ataque suicida cometido sexta-feira contra um posto militar na fronteira com a Síria, informou hoje o Exército dos Estados Unidos em comunicado.

A ação ocorreu no posto fronteiriço de Rabie, quando um homem detonou o cinturão de explosivos que carregava dentro dos escritórios.

Além de matar um tradutor, seis pessoas ficaram feridas: dois soldados americanos, dois militares da coalizão internacional cuja nacionalidade não foi especificada e dois membros da guarda fronteiriça.

O comunicado não dá outros detalhes do ataque.

Na madrugada de hoje foi registrada, em Bagdá, a explosão de uma bomba que feriu oito garis e deixou vários destroços em uma praca lozalizada no centro da cidade.