Duzentos hectares de maconha são destruídos em operação no Paraguai

Agência EFE

ASSUNÇÃO - As autoridades antidrogas do Paraguai informaram, nesta sexta-feira, da destruição de 200 hectares de maconha, equivalentes a 696 toneladas da droga, ao término de uma operação no departamento (estado) de Canindeyú, na fronteira com o Brasil.

A Secretaria Nacional Antidrogas (Senad) informou em comunicado que seus agentes também destruíram, nos sete dias que durou a operação denominada 'Ype Hú', 19 acampamentos precários utilizados pelos cultivadores e 2.980 quilos de maconha processada que seriam comercializados no mercado brasileiro.

Esse procedimento, que contou com o apoio de um helicóptero da Força Aérea, aconteceu nas regiões de floresta de Colina Guy, Itanará, Ñanduro Kai e Americano Kué de Canindeyú, na divisa com o estado do Mato Grosso do Sul.

O organismo antidrogas disse, além disso, que neste ano foram destruídos 1.000 hectares de maconha, também no departamento de Amambay, vizinho de Canindeyú.