Popularidade de Bush atinge nível mínimo nos EUA

Agência EFE

WASHINGTON - A popularidade do presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, atingiu um novo mínimo, segundo uma enquete divulgada hoje, que reflete também o desencanto dos americanos com o trabalho do Congresso.

A pesquisa, realizada pelo instituto Ipsos e parceiros, mostra que apenas 30% dos americanos apóiam a gestão de Bush, e que somente 22% acreditam que o Congresso está fazendo um bom trabalho.

Ambos os índices de aprovação caíram quatro pontos percentuais desde o início de janeiro.

A enquete indica que o desencanto dos cidadãos parece responder ao mau desempenho da economia, às turbulências nos mercados financeiros, à atual crise imobiliária e ao temor quanto a uma recessão.

Desta forma, somente 29% dos entrevistados acreditam que Bush está fazendo um bom trabalho na condução da economia, uma queda de quatro pontos percentuais em um mês, e seu menor índice desde que chegou à Casa Branca.

A popularidade de Bush entre os membros de seu próprio partido também diminuiu, e agora é de 61%.

O Congresso, controlado pelos democratas, já tinha alcançado uma popularidade mínima de 22% em outubro.