Bush visita Tennessee para avaliar danos causados por tornados

Agência EFE

WASHINGTON - O presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, visitou hoje o condado de Macon, no Tennessee, o local mais afetado pela série de tornados que castigou esta semana cinco Estados do Sul do país e que deixou cerca de 60 mortos e dezenas de feridos.

Bush começou sua visita à zona de desastre como costuma fazer em outras catástrofes naturais, sobrevoando a região de helicóptero, mas nesta ocasião foi acompanhado de congressistas do Tennessee.

Antes de chegar ao condado de Macon, o governante americano declarou zona de desastre Tennessee e Arkansas, dois dos cinco Estados afetados pelos tornados, o que permitirá que os governadores tenham acesso a recursos federais.

A Casa Branca indicou que Alabama, Mississipi e Kentucky, os outros três Estados que sofreram as conseqüências do fenômeno meteorológico, não pediram, por enquanto, ajuda governamental.

Bush passou cerca de duas horas e meia no Tennessee, onde se reuniu com responsáveis da Agência Federal para a Gestão de Emergências (Fema, em inglês).

O Tennessee registrou 31 mortes e 180 feridos pela série de tornados.