Governo do Chade impõe toque de recolher em váris regiões

Agência EFE

CHADE - O Governo do Chade impôs hoje um toque de recolher do anoitecer até o amanhecer em N''djamena e em outras seis regiões do Leste e Sul do país a fim de restaurar a segurança após os ataques rebeldes do último final de semana.

- O toque de recolher entra em vigor imediatamente e se estenderá entre as 18h30 e 06h30 (15h30 e 3h30 de Brasília) a fim de restaurar a calma no país - disse aos jornalistas o primeiro-ministro chadiano, Nouradine Delwa Kassiré Koumakoye.

Ele afirmou que o Governo mantém o controle de todo o território e reiterou as denúncias contra o Sudão, país ao qual acusa de respaldar os insurgentes do Comando Militar Unificado (CMA), que entraram em N''djamena no sábado passado e entraram em choque durante 48 horas com as tropas governamentais.

Pelo menos cem civis morreram e pouco mais de 800 ficaram feridos desde o último fim de semana na capital chadiana por causa dos combates.

Apesar das afirmações do Governo de que tem sob controle a situação "não só na capital, mas em todo o país", como afirmou na quarta-feira o presidente chadiano, Idriss Déby, em sua primeira aparição pública desde que o CMA atacou N''djamena, os rebeldes continuam nas proximidades da cidade.