Disputa democrata no Novo México continua indefinida

Agência EFE

WASHINGTON - A disputa eleitoral entre os pré-candidatos democratas no Estado do Novo México segue indefinida, já que a diferença entre os votos obtidos por Hillary Clinton e Barack Obama na chamada "superterça" continua apertada.

Por conta disso, hoje começarão a ser contabilizadas as 17.000 cédulas preenchidas pelos eleitores que tiveram algum tipo de problema na hora em que votaram nas primárias estaduais.

Com 99% da apuração concluída, Hillary tem uma vantagem de apenas 1.192 votos sobre Obama (67.921 contra 66.829).

O Novo México é o único Estado que, até o momento, não apresentou o resultado final das primárias de terça-feira, o que gerou críticas até do governador local, Bill Richardson.