Chuvas e inundações deixam pelo menos 40 mil afetados no Peru

Agência EFE

LIMA - Pelo menos 40.000 pessoas foram afetadas pelas fortes chuvas e inundações ocorridas nos últimos dias em dez regiões do Peru.

O Instituto de Defesa Civil do Peru (Indeci), que vem se dedicando a prestar socorro na região selvática de Ucayali, a mais atingida pelas chuvas, está avaliando as zonas afetadas para oferecer um balanço exato dos danos.

Em Ucayali, foi confirmada até o momento a existência de 18.780 habitantes afetados e 10 mil desabrigados, principalmente nas províncias de Padre Abad e Atalaya.

A chuva também afetou nessa região 5.651 hectares de cultivos e 451 casas, além de diversos trechos de estradas e duas pontes.

O diretor regional de Saúde de Ucayali, César Becerra, solicitou hoje o envio de antibióticos à zona, atingida desde o último domingo pelas cheias dos rios Aguaitía e Yurac.

As fortes chuvas também atingiram as regiões andinas de Arequipa, Apurímac, Puno, Moquegua e Pasco; as regiões selváticas de Huánuco e Amazonas, e as regiões costeiras de Ica e Tacna.

Segundo o Indeci, os afetados em nível nacional receberam até o momento mais de 99 toneladas de ajuda humanitária.