Portugal ajudou a transportar 728 presos para Guantánamo

Agência AFP

LISBOA - Portugal ajudou no transporte de 728 presos para a base americana de Guantánamo (Cuba), autorizando o uso de seu território e espaço aéreo, revelou a organização britânica Reprieve, que pediu que Lisboa abra uma investigação a respeito dessa violação do direito internacional.

Segundo um relatório da organizaçào de direitos humanos, 728 dos 774 prisioneiros transportados pelas forças dos Estados Unidos para as prisões abertas em sua base de Guantánamo passaram pelo território e espaço aéreo de Portugal.

O documento da Reprieve se baseia em dados oficiais portugueses, assim como em informações do departamento americano da Defesa e testemunhos de prisioneiros. O primeiro desses vôos aconteceu em 11 de janeiro de 2002 e o último em 7 de maio de 2006