Pelo menos 17 rebeldes tâmeis e um soldado morrem no Sri Lanka

Agência EFE

NOVA DÉLHI - Pelo menos 17 rebeldes tâmeis e um soldado do Exército cingalês morreram em vários enfrentamentos em diferentes pontos do norte do Sri Lanka, indicou hoje o Ministério da Defesa em comunicado.

No combate mais sangrento, seis membros da guerrilha dos Tigres de Libertação da Pátria Tâmil (LTTE) perderam a vida ontem na região de Umayarathuwankulam.

Outros cinco rebeldes morreram em Vilathikulem, enquanto na localidade de Mullikulam um soldado cingalês perdeu a vida em uma emboscada, segundo o Ministério da Defesa.

No distrito de Mannar, um guerrilheiro dos LTTE morreu e dois policiais ficaram feridos ontem depois de um rebelde lançar uma granada de mão contra um posto policial.

Os outros rebeldes tâmeis perderam a vida em combates travados também no norte da ilha.

Os tâmeis lutam há mais de duas décadas por um Estado independente nas regiões leste e norte do país, onde sua etnia é majoritária, frente à cingalesa, que domina o resto do Estado.