Trinta palestinos armados são detidos ao sul do Cairo

Agência EFE

CAIRO - Trinta palestinos armados que chegaram a partir da Faixa de Gaza passando por Rafah foram detidos em Beni Suef, 120 quilômetros ao sul do Cairo, segundo o chefe do gabinete da Presidência egípcia, Zakaria Azmi, informa neste domingo o jornal independente 'Nahdet Masr'.

Segundo o jornal, Azmi deu no sábado essa informação ao Parlamento e disse que outro grupo de palestinos foi detido em Taba, na Península do Sinai, onde chegou após ter entrado no país através da passagem fronteiriça de Rafah, entre a Faixa de Gaza e o Egito.

Azmi disse que os palestinos detidos entraram no Egito com armas e cintos de explosivos. A informação, que não foi confirmada por outras fontes, ocorre em um momento de tensão na fronteira entre Egito e Faixa de Gaza. As autoridades egípcias reforçaram no sábado a segurança nas estradas principais e secundárias que partem da Rafah egípcia, para evitar que os palestinos que ainda saem de Gaza cheguem a outras localidades egípcias, como Al-Arish, capital do norte do Sinai.

Milhares de palestinos de Gaza atravessaram a fronteira para comprar produtos de primeira necessidade desde que, na quarta-feira passada, conseguiram passar por buracos abertos por milicianos do Hamas na cerca fronteiriça de Rafah. Até o momento, as autoridades egípcias não precisaram oficialmente a data em que fecharão a fronteira.