Cinco supostos terroristas morrem em operação no Iraque

Agência EFE

BAGDÁ - Cinco supostos terroristas morreram hoje em uma operação de segurança realizada por forças mistas da Polícia e do Exército iraquianos ao Nordeste de Bagdá, informaram fontes do Ministério do Interior iraquiano.

As fontes disseram que os extremistas foram mortos em um confronto com as forças de segurança em uma área próxima à cidade de Al-Meqdadiya, localizada na província de Diyala.

Entre os mortos, está um terrorista identificado como Hussein Ali Gomaa, que seria chefe da rede terrorista Al Qaeda na zona de Al-Meqdadiya, na província de Diyala.

Além disso, as forças iraquianas, com o apoio de soldados americanos, capturaram 17 insurgentes em outras zonas de Al-Meqdadiya.

As tropas iraquianas e americanas iniciaram no início de janeiro uma ampla campanha chamada Colheita de Heróis contra a Al Qaeda e milícias radicais xiitas em Diyala, na fronteira com o Irã.

Além disso, policiais descobriram um jumento com cerca de 50 quilos de explosivos, que desconhecidos tinham preparado para ser usado em um atentado, na zona de Charqat, próxima a Tikrit, capital da província de Salah ad-Din, ao norte de Bagdá.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais