Dois adolescentes 'intocáveis' têm os olhos arrancados na Índia

Agência EFE

NOVA DÉLHI - Um grupo de indianos furou os olhos de dois jovens "dalit", ou "intocáveis", após agredi-los como vingança por eles terem fugido com uma jovem de uma casta superior, no oeste da Índia, informou nesta quarta-feira a imprensa local. O fato ocorreu no povoado de Sategaon, localizado na região de Maharashtra. A Polícia deteve seis agressores, todos eles parentes da menina, mas ainda procura os outros suspeitos.

De acordo com a Polícia, os familiares da menina agrediram o adolescente dalit Chandrakant Gaikwad e seu amigo Milind Jondhale no dia 5 de janeiro para se vingar do namoro que Chandrakant mantinha com ela. A menina, de 15 anos, fugiu com eles no sábado para a casa de Milind, na localidade vizinha de Andhr Pradesh, até que a família do adolescente localizou os três e os levou de volta para Sategaon. Os parentes da jovem atacaram os dois amigos e furaram seus olhos. Depois a família da menina levou Chandrakant e Milind para um hospital para que a agressão não fosse descoberta.

- Quando desmaiamos por causa dos machucados, jogaram água na nossa cara para continuar batendo - disseram os agredidos.

Os pais de Chandrakant não quiseram denunciar o ocorrido por medo de represálias, mas a Polícia registrou o caso por conta própria.

- Fizemos as detenções a partir das declarações dos dois jovens e começamos a interrogar os acusados no que parece um claro caso de atrocidade - declarou o superintendente de Polícia, Ravindra Singhal.

Os "dalit" são a comunidade mais desfavorecida na rígida escala social hindu e continuam sofrendo discriminações, sobretudo nas áreas rurais, apesar do sistema de castas ter sido abolido pela Constituição indiana em 1951. Os "intocáveis", que representam cerca de 16% da população indiana, não podiam entrar em lugares sagrados e deviam se dedicar a tarefas consideradas "impuras" pelas outras castas. Em áreas rurais, os membros da casta sacerdotal evitavam até o contato com a sombra de um "dalit", por causa da "impureza".