Austríaca vive quase 1 ano com cadáver de parceiro

REUTERS

VIENA - Uma austríaca de 66 anos viveu durante quase um ano com o cadáver de seu parceiro de 85 anos, informou nesta quarta-feira a agência de notícias APA.

A polícia encontrou na terça-feira os restos mortais do homem na casa de campo do casal, na vila de St Andrae am Zicksee. Ele estava envolto em lençóis e exalava um forte cheiro de decomposição.

A mulher dizia a um médico local e a vizinhos que desde março tentavam falar com o homem que ele estava fora do país. A APA afirmou que a polícia estava investigando se a mulher ocultou a morte do parceiro para receber suas pensões.

O homem estava separado de sua mulher, que também tentava entrar em contato com ele, segundo a agência.