Escoteiro salva presidente das Maldivas de tentativa de assassinato

Agência EFE

NOVA DÉLHI - O presidente das Maldivas, Maumoon Abdul Gayoom, escapou nesta terça-feira de uma tentativa de assassinato, quando um jovem tentou cravar uma faca em seu estômago e foi impedido por um escoteiro, durante uma visita à ilha de Hoarafushi, disse à agência Efe o porta-voz presidencial, Mohammed Hussein Sharif.

Sharif estava com o presidente quando falou à Efe. Ele explicou que Gayoom estava cumprimentando um grupo de seguidores quando um jovem sacou uma faca e tentou esfaquear o líder.

Nesse momento, um escoteiro de 15 anos que estava no local se pôs entre o atacante e o presidente. Ele conseguiu segurar a faca pela lãmina e evitou o assassinato.

O presidente escapou ileso. O escoteiro sofreu ferimentos graves na mão e será levado a um hospital de Malé, capital das Maldivas, para receber cuidados, segundo o porta-voz. O atacante, identificado pelo jornal como Mohammed Musheed, foi detido.

Nas próximas horas, Gayoom deve falar à nação através de uma mensagem de TV para explicar o incidente, segundo o jornal maldivo "Haveruu'.

Gayoom está no poder desde 1978. Ele exerce os cargos de chefe de Governo e de Estado nas Maldivas.