Israel mata 4 em Gaza e Olmert promete intensificar ações

REUTERS

GAZA - Tropas israelenses mataram no domingo quatro palestinos em uma incursão na faixa de Gaza, controlada pelo grupo islâmico Hamas, no momento em que o primeiro-ministro Ehud Olmert promete intensificar os ataques contra militantes que lançam projéteis contra Israel.

Fontes médicas disseram que três das vítimas morreram no acampamento de refugiados de al-Bureij, no centro de Gaza, e eram civis --uma mulher, um jovem de 18 anos e um menor de 16.

A quarta vítima era um homem armado que perdeu a vida ao enfrentar os israelenses. Ainda não é conhecida a facção a que pertencia.

Vários soldados israelenses ficaram feridos por um foguete disparado por militantes durante a incursão, que aumentou as tensões nos dias anteriores à visita que inicia na quarta-feira o presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, a Israel à Cisjordânia ocupada. Pelo menos 25 palestinos ficaram feridos.

Olmert disse a seu gabinete que o ministro da Defesa, Ehud Barak, instruiu as forças de segurança a 'intensificar as medidas israelenses' na costa depois que um foguete foi disparado na semana passada por militantes, afetando a cidade israelense de Ashkelon.

A artilharia de Israel ingressou no centro de Gaza ao amanhecer, informaram integrantes do governo palestino e o Exército israelense.