França elogia figura 'eminente' de Benazir Bhutto

Agência EFE

PARIS - O ministro de Relações Exteriores da França, Bernard Kouchner, elogiou nesta quinta-feira a figura 'eminente' da ex-primeira-ministra paquistanesa Benazir Bhutto e colocou ênfase na necessidade de que o Paquistão alcance estabilidade e democracia.

Através de um comunicado, Kouchner condenou o 'odioso' atentado com bomba ocorrido em Rawalpindi, que causou deixou entre 15 e 25 mortos entre os partidários que tinham comparecido a um comício da líder opositora.

Para o chefe da diplomacia francesa o Paquistão deve se transformar agora 'no centro da atenção de toda a comunidade internacional' e destacou o interesse de seu país para que se garanta a estabilidade.

Kouchner acrescentou que conheceu Bhutto pessoalmente e que a notícia de sua morte o comoveu, enquanto enviou uma mensagem de pêsames às famílias de todas as vítimas do atentado e ao povo do Paquistão.