Tony Blair deixa o anglicanismo e se converte ao catolicismo

Agência EFE

LONDRES - O ex-primeiro-ministro do Reino Unido Tony Blair, atual enviado especial para o Oriente Médio do Quarteto de Madri, se converteu ao catolicismo, revelou a 'BBC'. O ex-líder trabalhista abandonou o anglicanismo e, ontem à noite, passou a professar a fé de sua mulher, Cherie, confirmou à rede britânica seu porta-voz oficial.

A imprensa britânica já vinha espaculando há meses que Blair poderia mudar de religião assim que deixasse o cargo de primeiro-ministro, que ocupou durante dez anos.