Chile destrói mais de 8 mil armas confiscadas

Agência EFE

SANTIAGO DO CHILE - Mais de 8 mil armas de fogo confiscadas pela Polícia do Chile ou entregues voluntariamente foram destruídas nesta quarta-feira, na maior destruição de armamento na história do país.

- As apreensões e as entregas voluntárias aumentaram e permitiram bater esse recorde em destruição de armas - afirmou o Subsecretário do Interior, Felipe Harboe.

Foram 8.757 armas, entre fuzis, escopetas e revólveres. Do total, 2.252 foram entregas voluntárias e 6.505, o resultado de apreensões.

As armas confiscadas foram fundidas a 1.600 graus e o material que resultou será utilizado para a construção de estruturas metálicas.

Desde 1990 foram destruídas 34.930 armas confiscadas e 14.811 entregues voluntariamente. A destruição das armas de fogo faz parte da campanha permanente de segurança promovida pelo Governo.