Anistia acusa Rússia de repressão e pede a libertação de Kasparov

Agência AFP

LONDRES - A organização de defesa dos direitos humanos Anistia Internacional (AI) acusou as autoridades russas de 'repressão sistemática' e exigiu a libertação imediata do enxadrista Garry Kasparov.

- A Anistia Internacional está profundamente preocupada com o desprezo sistemático aos direitos humanos fundamentais ante a perspectiva de eleições legislativas -informou a entidade em comunicado emitido de sua sede, em Londres.

- Durante os últimos meses, a organização observou numerosas tentativas das autoridades da Federação Russa de obstruir o direito à liberdade de reunião, de associação e de expressão, principalmente por parte da oposição política, assim como de ativistas dos direitos humanos e jornalistas - acrescenta.

Garry Kasparov foi condenado sábado a cinco dias de prisão por sua participação em manifestação no final de semana em Moscou.