Madeleine: polícia deverá ouvir de novo 1º suspeito

Portal Terra

PRAIA DA LUZ - A polícia deverá ouvir novamente o depoimento de Robert Murat, britânico que vive em Portugal e que foi apontado como primeiro suspeito no caso do desaparecimento da menina Madeleine McCann. Madeleine desapareceu em maio, na Praia da Luz, em Portugal, onde a família passava férias.

De acordo com o jornal The Sun, pessoas ligadas à investigação informaram que Murat ainda não foi descartado da lista da suspeito. As suspeitas sobre ele surgiram porque Murat passou bastante tempo ao redor do apartamento que os pais de Madeleine, Kate e Gerry, alugaram na Praia da Luz depois do desaparecimento da garota. Ele alega que estava trabalhando como tradutor para ajudar no caso.

O novo investigador responsável pelo caso, Paulo Rebelo, deve pedir novas declarações do primeiro suspeito pois está em um esforço de revisão de evidências para tentar solucionar o mistério que envolve o sumiço de Maddie.

Na segunda-feira, Rebelo liderou uma equipe de policiais que simularam o seqüestro da garota. Eles passaram três horas no apartamento que a família alugou e analisaram rotas de fuga do possível seqüestrador. Depois da simulação, Rebelo liderou a equipe de policiais a caminho da casa de Murat.

O advogado do suspeito, Francisco Pagarete, afirmou que nem ele nem seu cliente foram contatados pela polícia portuguesa até o momento sobre um novo depoimento. De qualquer forma, Pagarete diz que Murat "está sempre à disposição da polícia para cooperar".