Tempestade tropical 'Noel' passará por Bahamas e ameaça Flórida

Agência EFE

MIAMI - As Bahamas se preparam para receber nas próximas horas a tempestade tropical 'Noel', que deixou pelo menos 21 mortos e 33 desaparecidos na República Dominicana na segunda-feira, informou o Centro Nacional de Furacões (NHC) dos EUA.

O Governo das Bahamas suspendeu o aviso de tempestade tropical (passagem em 24 horas) para o sudeste das ilhas e o mantém em vigor para o centro. Continua em vigor uma vigilância de furacão (passagem em 36 horas) para o noroeste.

Permanece ativo um aviso de tempestade tropical para as províncias cubanas de Ciego de Ávila, Camagüey, Las Tunas, Holguín e Guantánamo.

O 'Noel' arrasta ventos máximos sustentados de 85 km/h. Está previsto um ligeiro fortalecimento quando o centro da tempestade tropical alcançar de novo as águas do Atlântico, segundo o boletim do NHC das 10h (de Brasília).

O sul do estado da Flórida (EUA) deve vigiar atentamente a trajetória do sistema, recomendou o NHC, com sede em Miami.

A essa hora, o olho do 'Noel' estava localizado no interior de Cuba, perto da latitude 21,0 graus norte e da longitude 76,8 graus oeste, 60 quilômetros a oés-noroeste de Holguín (Cuba) e 445 quilômetros ao sul de Nassau (Bahamas).

O 'Noel', a 14ª tempestade da temporada de furacões no Atlântico, se desloca para oeste a 19 km/h, mas os meteorologistas prevêem um paulatino giro para noroeste nas próximas 24 horas.

De acordo com esta trajetória, o vórtice do 'Noel' sairá esta noite ou amanhã pela costa norte de Cuba, segundo o NHC.

Quanto à Flórida, os meteorologistas dizem que, se a tempestade mantiver a trajetória atual, deixará o mar revolto e causará fortes ressacas.

Durante a temporada de furacões no Atlântico, que começou em 1º de junho e acaba em 30 de novembro, se formaram 14 tempestades, inclusive o 'Noel' e quatro furacões, dos quais dois alcançaram a categoria 5, a máxima na escala de intensidade Saffir-Simpson.