Tchecos e americanos retomam negociações sobre radar antimísseis

Agência EFE

PRAGA - Representantes da República Tcheca e dos Estados Unidos retomaram nesta terça-feira em Praga as negociações sobre os dois tratados internacionais que regularão o funcionamento do radar para o sistema de Defesa Nacional contra Mísseis e a presença do contingente militar americano em território tcheco.

Após a primeira rodada de negociações, em setembro, os dois países tentarão na quinta-feira definir as outras cláusulas sobre o regime dos militares americanos, segundo o Estatuto das Forças Armadas da Otan (Sofa).

Há um mês, os dois países afirmaram que tinham sido fechados dois terços dos capítulos do tratado Sofa.

A delegação americana é liderada por Jackson McDonald, da Secretaria de Estado, e a tcheca por Ivan Dvorak, chefe da seção de Política de Defesa do Ministério de Assuntos Exteriores.

Os EUA querem construir o radar na localidade de Misov, no sudoeste do país, e os lançadores dos foguetes interceptores ficariam na vizinha Polônia.

O sistema defensivo tem por objetivo resistir a um ataque com armas de destruição em massa de caráter nuclear, químico ou bacteriológico.