Tribunal de Apelação de Milão reduz pena de 'Mohammed, o Egípcio'

Agência EFE

ROMA - O Tribunal de Apelação de Milão reduziu nesta segunda-feira de dez para oito anos a condenação em primeira instância contra Rabei Osman el-Sayed, conhecido como 'Mohammed, o Egípcio', considerado um dos supostos ideólogos dos atentados de 11 de março de 2004 em Madri, segundo fontes judiciais.

A 3ª Vara do Tribunal de Apelação de Milão também reduziu de cinco para quatro anos a condenação contra Rajeh Yahya, conhecido como o 'discípulo' de Rabei, por atividades de terrorismo internacional na Itália, as mesmas acusações pelas quais 'Mohammed, o Egípcio' foi usado.