Suposto canibal mexicano é abandonado pela família

Agência EFE

MÉXICO - As irmãs e a mãe de José Luis Calva Zepeda, o suposto canibal mexicano, o abandonaram. A informação é do site do jornal mexicano Diário de Yucatán. Para elas, Zapeda teria se "comportado muito mal".

As quatro irmãs - Guadalupe, Patricia, Claudia e Hellen - foram obrigadas a comparecer ao Ministério Público mexicano e admitiram que o canibal é seu irmão. Mas, segundo autoridades do Distrito Federal do país, a mãe de Zapeda, Elia, estaria sendo protegida.

Mesmo assim, de acordo com a investigação, o canibal, que é "santero" (a santería tem semelhanças com a umbanda), fez muitos trabalhos para proteger e trazer amor e sorte para suas irmãs.

Zapeda, suspeito de ter assassinado três mulheres, foi declarado culpado hoje pela morte de sua noiva, Alejandra Galeana. O corpo de Galeana foi encontrado em uma geladeira e em uma lata de lixo em seu apartamento, quando o poeta foi preso. Apesar de terem sido encontrados restos de carne humana na casa, a polícia ainda não confirmou a prática de canibalismo.