Elisa reconhece derrota e felicita Cristina

Agência EFE

BUENOS AIRES - A líder de centro-esquerda Elisa Carrió reconheceu nesta segunda-feira sua derrota no pleito presidencial da Argentina e parabenizou a primeira-dama Cristina Fernández de Kirchner pela vitória nas eleições deste domingo.

"Apurados 45% das mesas eleitorais e 33% dos votos do país, a tendência confirma como presidente Cristina Fernández, e reconhecemos sua vitória. Damos felicitações', afirmou Elisa, candidata da Coalizão Cívica.

De acordo com os últimos dados oficiais da contagem provisória, e com 58,71% das mesas apuradas, Cristina vence o pleito presidencial com 43,94% dos votos, seguida por Elisa, que possui 21,86%.

Tais parciais dariam a vitória em primeiro turno a Cristina, primeira-dama, senadora e candidata da Frente para a Vitória para a Presidência.

A legislação argentina prevê que para que um candidato ganhe as eleições em primeiro turno deve obter 45% dos votos ou ter 40% mais dez pontos percentuais de diferença sobre o segundo colocado.

Horas antes, Elisa tinha declarado que não reconheceria uma vitória de Cristina até que não fosse apurada uma percentagem significativa de sufrágios.