Votação de Elisa Carrió provoca tumulto em Buenos Aires

Agência Brasil

BUENOS AIRES - A votação da candidata Elisa Carrió, da Coalizão Cívica, provocou uma confusão com dezenas de pessoas no Bairro Norte, perto do Centro da capital argentina.

O tumulto envolveu uma grande quantidade de partidários, jornalistas e policiais. Um dos policiais se feriu e foi retirado do local em ambulância.

Segundo o comissário Carnero, encarregado da segurança no colégio eleitoral, o ferimento resultou da disputa entre dois cinegrafistas, durante a qual uma das câmeras atingiu o rapaz. Ele permaneceu no chão durante cerca de dez minutos, com dois colegas usando os quepes para abaná-lo. Nas redondezas restaram estilhaços de espelhos de carros e óculos pisoteados.

- É normal acontecerem fatos desse tipo aqui, porque na Argentina não respeitamos o próximo - avaliou Carnero.

Já o cinegrafista Alejandro Ladrone, da Tele9, disse que a confusão foi mais grave que o costumeiro. Onde políticos de primeiro escalão votam sempre há aglomeração desorganizada, ponderou, "mas nunca vi um policial se machucar".

Militantes acompanharam Elisa Carrió gritando "Lilita, Lilita" o apelido da candidata.