Tribunal da ONU redefine fronteira entre Nicarágua e Honduras

REUTERS

PARIS - A mais alta corte da Organização das Nações Unidas (ONU) decidiu na segunda-feira uma disputa territorial entre Nicarágua e Honduras que quase levou os dois países à guerra.

O tribunal deu a Honduras a soberania sobre quatro ilhas e redesenhou a fronteira marítima.

A decisão deu a cada país mais ou menos a metade do território em disputa, que possui grandes áreas pesqueiras e potenciais reservas de petróleo e gás natural.

Não cabe recurso às decisões da Corte Internacional de Justiça. Honduras ficou com a soberania sobre as ilhas de Bobel, Savanna, Port Royal e South.

- Estamos muito satisfeitos. A corte resolveu uma situação que estava gerando conflito - disse o embaixador hondurenho nos Estados Unidos, Roberto Flores Bermudez. "Os dois países podem agora olhar para a frente e construir um futuro melhor."

A disputa quase levou a um confronto armado em 1999, quando a Nicarágua entrou com uma petição à corte. Honduras dizia que a fronteira tinha sido definida pelo rei da Espanha em 1906 e confirmada pelo tribunal internacional em 1960.

Os dois países chegaram a mobilizar tropas na fronteira e mandar navios de guerra para as águas em disputa, mas depois estabeleceram uma zona desmilitarizada enquanto aguardavam a decisão da corte.