Filha mais velha de Pinochet quer concorrer ao Congresso

Agência AFP

SANTIAGO - A filha mais velha do falecido ditador chileno Augusto Pinochet, Lucía Pinochet, anunciou que pretende apresentar seu nome às eleições de 2009 para a Câmara dos Deputados, para defender assim a honra de sua família, acusada e presa por malversação de verbas públicas.

- Quero entrar para o Parlamento para defender minha família de todas as acusações - explicou Lucía Pinochet, de 63 anos, falando ao programa de análise política "Tolerância Zero". Lucía obteve a liberdade provisória no sábado.

Caso não possa se candidatar por questões jurídicas, ela poderá indicar seu filho, Rodrigo García Pinochet, que supostamente era o neto favorito de Pinochet.

As eleições presidenciais e legislativas serão realizadas em dezembro de 2009.