Tufão Krosa atinge a China e é rebaixado a tempestade

REUTERS

XANGAI - O tufão Krosa, que atingiu a costa da China neste domingo, forçando a evacuação de 1,4 milhão de pessoas e deixando quatro mortos em Taiwan provocou fortes chuvas e ventos na região.

O tufão chegou ao país na fronteira das populosas províncias de Zhe jiang e de Fujian, no sudeste do país, por volta de 7h30 (hora local), com ventos de 126 km/h.

Não foram relatados danos no local. Autoridades de prevenção de enchentes rebaixaram o Krosa para a categoria de tempestade tropical quando ele perdeu sua força e se moveu em direção ao norte, com ventos de 20 km/h.

Barcos rebocadores foram usados para resgatar um navio cargueiro de Hong Kong, com 27 pessoas abordo, que ficou encalhado quando o motor falhou.

A província de Zhe jiang evacuou cerca de 962 mil pessoas da área de alcance da tempestade, incluindo meio milhão de turistas que aproveitavam o feriado no país.

Escolas, aeroportos e auto estradas ficaram fechadas em algumas áreas, enquanto 75 mil barcos foram disponibilizados para ajudar a população.

Mais cedo o Krosa causou destruição em Taiwan, com acategoria 4 de tufão. Um deslizamento causou a morte de duas pessoas em uma área montanhosa da capital e acidentes isolados deixaram outros dois mortos. Um acidente de trãnsito fez a quinta vítima.

Algumas casas ficaram alagadas, rodovias foram bloqueadas e árvores caíram, deixando a ilha sem energia em mais de 2,2 milhões de casas e no cmércio.

O fornecimento de luz foi restabelecido na maior parte das áreas neste domingo, mas muitos vôos foram cancelados. Tufões são freqüentes na China, Taiwan, Filipinas e Japão nesta época do ano.