Júri visitará lugares do acidente para investigar morte de Diana

Agência JB

PARIS - Um júri formado por 11 pessoas que apuram as circunstâncias da morte da princesa Diana vai visitar nestas segunda e terça-feiras os locais relacionados ao acidente, em Paris. A investigação judicial começou na semana passada, comandada pelo juiz Scott Baker, que também acompanhará a visita dos jurados (seis mulheres e cinco homens) à capital francesa.

O objetivo é determinar se a tese de que o choque foi um acidente ou, como defende a família de al-Fayed, houve uma conspiração para acabar com a vida do milionário e da princesa de Gales.

Nesta segunda, a comissão chegará ao túnel onde o veículo que transportava a princesa atingiu um dos pilares. Na terça, os jurados irão ao hotel Ritz, de onde o carro em que estava o casal saiu, na companhia de um motorista e um segurança, para o acidente que custou a vida dos três primeiros.

Até o momento as investigações das polícias britânica e francesa chegaram à mesma conclusão: o acidente foi causado pela velocidade excessiva do veículo em que viajava Diana, cujo motorista, Henri Paul, teria uma taxa elevada de álcool no sangue.

A princesa Diana e seu namorado Dodi al-Fayed morreram num acidente de carro em 31 de agosto de 1997, em Paris.

(Com agências)