Polícia britânica acredita na morte de Madeleine, diz jornal

Portal Terra

LONDRES - A polícia britânica estaria trabalhando com a teoria de que a menina Madeleine McCann, desaparecida em 3 de maio em praia de Portugal, está morta. A informação foi divulgada hoje, segundo o site do jornal Daily Mail. Eles estariam convencidos de que a criança não será encontrada viva.

Policiais em Leicestershire, região natal dos McCanns, dividem a mesma opinião que a polícia portuguesa depois que cães treinados detectaram "odor de morte" no cenário do desaparecimento, o apartamento de resort onde Madeleine teria sido vista pela última vez.

O Daily Mail diz que uma fonte legal próxima da polícia portuguesa infromou que as evidências recolhidas por policiais britânicos fizeram com que Gerry e Kate McCann fossem declarados suspeitos do desaparecimento.

A investigação, que inicialmente se focava no seqüestro de Madeleine, mudoy de direção depois que a polícia de Leicestershire ofereceu ajuda levando os cães farejadores ao apartamento na Praia da Luz.

- A polícia britânica forneceu a evidência que os portugueses precisavam para tornar os McCanns suspeitos - diz a fonte não identificada.

- Foi idéia da polícia britânica o uso de cães farejadores no apartamento - explica.