Geórgia acusa Rússia de violar espaço aéreo

REUTERS

TBILISI - O Ministério das Relações Exteriores da Geórgia afirmou nesta quarta-feira que um avião a jato vindo da Rússia violou o espaço aéreo do país na terça-feira, pela segunda vez neste mês, ao ingressar cinco quilômetros em território georgiano. Um porta-voz do Ministério de Defesa da Rússia rebateu a informação de que um avião do país tivesse violado o espaço aéreo da Geórgia na terça-feira.

- Um sistema de defesa antiaérea da Geórgia identificou a violação da fronteira do Estado da Geórgia e a incursão em espaço aérea da Geórgia vinda da Federação Russa - afirmou o Ministério das Relações Exteriores georgiano em um comunicado redigido em inglês e colocado em seu site.

Mas o principal porta-voz do Ministério de Defesa da Rússia, Vyachelav Sedov, disse que na data mencionada pela Geórgia os aviões da Força Aérea russa não voaram perto da fronteira georgiana.

No começo deste mês, um míssil caiu perto de um vilarejo da Geórgia sem explodir. O governo georgiano acusou a Rússia de invadir seu espaço aéreo e de jogar o míssil, acusações que os russos também rechaçaram.