Bangladesh impõe toque de recolher em seis cidades

Agência AFP

DACA - O governo de Bangladesh, apoiado pelo exército, decretou toque de recolher nesta quarta-feira por tempo indeterminado em seis cidades, inclusive na capital Daca, depois de três dias de violentas manifestações de estudantes, anunciou um funcionário do governo.

- O governo declarou toque de recolher em seis cidades a partir das 20H00 locais (14H00 GMT) e devem permanecer assim até segunda ordem - anunciou o porta-voz governamental Fahim Munaim.

As seis cidades afetadas são Daca, Rajshahi, Chittagong, Sylhet, Barisal e Khulna, afirmou Munaim. Antes de estas medidas terem sido tomadas, uma pessoa morreu e dezenas ficaram feridas em confrontos entre estudantes e forças de ordem. As autoridades pediram calma e ameaçaram reprimir os "agitadores".

Nesta quarta-feira, também houve atos violentos na Universidade de Daca, onde os estudantes exigiam desde segunda-feira a saída das forças de segurança presentes no campus desde janeiro e que finalmente abandonaram suas posições durante esta manhã.

Os enfrentamentos começaram na segunda-feira quando vários estudantes foram objeto de interrogatórios militares, segundo a polícia. Uma manifestação contra estas supostas agressões gerou uma batalha campal da qual saíram entre 30 e 100 feridos, segundo diversas fontes.

O governo interino, no poder desde janeiro com o apoio do exército, restringiu as liberdades públicas e proibiu as manifestações, acusando de revoltas em universidades a pessoas que sequer são estudantes.

Desde a sua chegada ao poder, o novo governo tem realizado um saneamento da antiga classe política dominante. A ex-premiê e atual líder da oposição, Sheikh Hasina Wajed, foi detida em julho, assim como seu rival e também ex-primeira-ministra, Khaleda Zia.