CAF doa US$300 milhões em ajuda humanitária para o Peru

REUTERS

CARACAS - A Corporação Andina de Fomento (CAF) doou 300 milhões de dólares ao Peru para auxiliar na assistência das zonas afetadas pelo terremoto que atingiu o país nesta semana.

A CAF informou que o organismo nomeou uma representante para avaliar, juntamente com as autoridades locais, a melhor forma de apoiar a reconstrução das cidades atingidas.

O presidente-executivo da CAF, Enrique García, explicou em comunicado que 'comprometeu a disposição da entidade multilateral para prestar todo o apoio para a reconstrução do país'.

O terremoto causou estragos nas localidades costeiras peruanas de Pisco, Chinca, Ica e Cañete. Até o momento, foram registrados cerca de 500 mortos em todo o país.

A CAF é formada por Argentina, Bolívia, Brasil, Costa Rica, Colômbia, Chile, Equador, Espanha, Jamaica, México, Panamá, Paraguai, Peru, República Dominicana, Trinidad e Tobago, Uruguai e Venezuela, assim como 15 bancos privados da região andina.