Blair recebe ovação e um quadro em sua última reunião de Governo

Agência EFE

LONDRES - O primeiro-ministro do Reino Unido, Tony Blair, recebeu nesta quinta-feira uma grande ovação de seus ministros, que o presentearam com um quadro em sua última reunião de Governo antes de apresentar sua renúncia à rainha Elizabeth II, no dia 27.

Segundo comentários de vários ministros ao saírem do número 10 de Downing Street, residência oficial do chefe de Governo britânico, a reunião de gabinete foi 'emotiva' e 'maravilhosa'.

O ministro das Finanças e próximo primeiro-ministro, Gordon Brown, homenageou Blair e afirmou que tudo o que os trabalhistas conseguirem no futuro será graças ao que ele fez nos últimos dez anos no poder.

Já Blair assegurou que Brown reúne todas as qualidades para ser um grande primeiro-ministro e prometeu que o próximo premier contará com seu 'apoio indissolúvel', afirmou nesta quinta-feira um porta-voz de Downing Street.

O líder da Câmara dos Comuns, Jack Straw, disse que o quadro, que mostra a Chequers - residência campestre dos primeiros-ministros nos arredores de Londres -, é 'muito comovente'.

O ministro para a Irlanda do Norte, Peter Hain, disse que a reunião foi 'emotiva', enquanto a titular da Saúde, Patricia Hewitt, a qualificou de 'maravilhosa'.