Palestinos oferecem plano para dar fim a combates em Nahr al-Bared

Agência EFE

BEIRUTE - Um grupo de clérigos palestinos entregou nesta quarta-feira ao Exército libanês um plano para acabar com os combates entre as forças de segurança e o grupo radical islâmico Fatah al-Islam no campo de refugiados palestinos de Nahr al-Bared.

Segundo informou a 'Agência Nacional de Notícias', os ulemás, liderados pelo xeque Dawoud Mustafa, entregaram o plano ao chefe dos serviços de Inteligência do Exército, general Georges Jury.

- O comando do Exército prometeu examiná-lo - disse Mustafa à imprensa no final da reunião.

Já o xeque Mohamad el Hajj, outro dos mediadores, afirmou que apesar de as forças armadas libanesas não terem estabelecido uma data para dar uma resposta, esperam um 'retorno rápido e positivo'.

Enquanto isto, o Exército libanês tomou o controle quase total dos arredores do campo de refugiados palestinos de Nahr al-Bared (em Trípoli), no qual membros do Fatah al-Islam se escondem em meio a civis.

Os guerrilheiros do grupo radical islâmico contam com várias armas, são de várias nacionalidades e existe a suspeita de que têm ligação com a rede Al Qaeda. Entretanto, após muitos dias de intensos combates, o Fatah al-Islam perdeu terreno e agora está entrincheirado em uma área de dois quilômetros.

A maior parte dos refugiados palestinos que viviam em Nahr al-Bared deixou suas casas no início do conflito, há um mês, e partiu para outros campos de refugiados.

O xeque Hajj expressou seu desejo de que os refugiados possam "voltar em breve para Nahr al-Bared', embora tenha afirmado que é necessário ter paciência e 'esperar um pouco'.