Negociação com Coréia do Norte pode ser retomada em julho

REUTERS

WASHINGTON - O principal enviado para questões nucleares dos Estados Unidos disse na quarta-feira que as negociações entre seis países sobre o programa de armas nucleares da Coréia do Norte devem ser retomadas em julho, mas Pyongyang precisa manter sua promessa de fechar um reator nuclear.

O secretário-assistente de Estado norte-americano, Christopher Hill, disse que antes de as negociações serem retomadas, Pyongyang precisa avançar no processo de fechamento de seu reator nuclear, conforme foi definido em um acordo de 13 de fevereiro na última rodada pluripartite de discussões.

- Não queremos ter as negociações entre seis países antes de avançarmos com o fechamento do reator - disse Hill a repórteres depois de se reunir com o vice-ministro das Relações Exteriores do Japão, Shotaro Yachi.

- Os chineses têm algumas idéias sobre podermos talvez fazer algo no início de julho - afirmou Hill quando questionado sobre o momento da próxima rodada de negociações.

A China patrocinou das séries anteriores de negociações, que contaram com a participação também de EUA, as duas Coréias, Japão e Rússia.