OLP diz que Irã apoiou Hamas para tomar Faixa de Gaza pela força

Agência EFE

RAMALA - Yasser Abed Rabbo, importante membro da Organização para a Libertação da Palestina (OLP), acusou nesta terça-feira o Irã de ter apoiado o grupo islâmico Hamas para que usasse a força na tomada das instituições da Autoridade Nacional Palestina (ANP) na Faixa de Gaza.

- O Irã ajudou o Hamas a lançar o golpe militar contra a liderança legítima palestina e a controlar a Faixa de Gaza - afirmou Abed Rabbo, assessor do presidente da ANP, Mahmoud Abbas, em comunicado à imprensa.

Na semana passada, o braço armado do Hamas - as Brigadas de Ezzedin al-Qassam', assim como a força policial executiva criada pelo Hamas há mais de um ano, tomaram o controle das sedes dos órgãos de segurança e outras instituições da ANP na Faixa de Gaza.

Após estes fatos, o Governo de união nacional - formado por Hamas, Fatah e outras facções - foi dissolvido através de um decreto presidencial.

Além disso, Abbas declarou estado de exceção nos territórios palestinos, constituiu um novo Executivo de emergência e ilegalizou o grupo islâmico e suas milícias.

- O Irã apóia os poderes hostis no Iraque, no Líbano e nos territórios palestinos, guiado por interesses regionais às custas dos povos e nações da região - disse Abed Rabbo.

Responsabilizou também o Irã de apoiar, financiar e incitar o movimento Hamas 'a liderar um golpe violento contra o presidente Mahmoud Abbas e sua autoridade na Faixa de Gaza'.