Polícia italiana detém 10 supostos terroristas tunisianos

Agência EFE

ITÁLIA - A Polícia italiana deteve nesta quinta-feira na região da Lombardia no norte do país, 10 tunisianos supostamente ligados ao Grupo Salafista para a Pregação e o Combate (GSPC).

Os detidos são acusados de formação de quadrilha, terrorismo, receptação de documentos falsos, tráfico de entorpecentes e favorecimento da imigração clandestina.

Segundo a imprensa, os investigadores afirmam que a célula financiava e dava apoio logístico a membros relacionados com o terrorismo islâmico. Eles teriam cometido recentes atentados na Tunísia e na Argélia.