Pais de Madeleine pedem ajuda a alemães para encontrar a filha

Agência EFE

BERLIM - Os pais de Madeleine McCann, a menina britânica de quatro anos que desapareceu no dia 3 de maio de um hotel de Algarve (Portugal), fizeram nesta quarta-feira em Berlim um apelo aos alemães para que os ajudem a encontrar a criança.

- Estamos aqui para pedir aos alemães que nos ajudem a encontrar nossa filha - disseram Gerry e Kate McCann, de mãos dadas, em entrevista coletiva concedida na capital alemã.

Os McCann pediram aos turistas alemães que estavam de férias em Algarve na época que enviem as fotos digitais que tiraram, para ver se conseguem obter pistas dos possíveis responsáveis pelo seqüestro de sua filha.

O casal lembrou que, desde o desaparecimento da menina, há um mês, as Polícias britânica e portuguesa trabalham em estreita colaboração em busca de Madeleine e que a Interpol e a Europol também procuram a criança.

Os pais de Madeleine disseram que uma das dificuldades da busca da menina está em que ninguém tem certeza de que Madeleine continua em Portugal, já que, por causa da proximidade com a fronteira espanhola, a criança já poderia estar em outro país.

O casal mostrou às câmeras um pijama de duas peças semelhante ao que Madeleine usava na noite em que desapareceu.

Os McCann estão viajando por vários países com o objetivo de seguir qualquer pista sobre o caso e para garantir que o desaparecimento da menina não caia no esquecimento.

Gerry e Kate McCann se reunirão hoje na capital alemã com responsáveis do Ministério do Interior alemão e com o prefeito de Berlim, o social-democrata Klaus Wowereit.

A pequena Madeleine desapareceu em 3 de maio quando dormia no quarto do complexo turístico de Praia da Luz junto com seus irmãos gêmeos de 2 anos, enquanto seus pais jantavam no restaurante do estabelecimento.