Morales anuncia viagem a Cuba, mas não confirma reunião com Fidel

Agência EFE

LA PAZ - O presidente da Bolívia, Evo Morales, realizará nesta quinta-feira (7) uma visita a Cuba, onde terá reuniões com altas autoridades, embora não tenha sido confirmado se verá seu colega e amigo Fidel Castro, informou hoje o Palácio do Governo de La Paz.

Um breve comunicado indica que a viagem do presidente, que não tinha sido anunciada previamente nem em La Paz nem em Havana, responde a "um convite do Governo de Cuba" recebida nas últimas horas.

O porta-voz presidencial, Alex Contreras, declarou à agência Efe que não está confirmado que Morales vá se encontrar com o convalescente Fidel Castro, mas que "é seguro que se reunirá com Raúl Castro", que substitui seu irmão doente na Presidência de Cuba desde agosto do ano passado.

- Durante sua estadia, de aproximadamente 24 horas, terá reuniões e conversas com as mais altas instâncias do Governo cubano e compartilhará um encontro com os bolsistas e estudantes bolivianos da Escola Latino-Americana de Medicina -, diz o comunicado oficial.

O vice-ministro de Coordenação com os Movimentos Sociais, Sacha Llorenti, e o próprio Contreras, acompanharão Morales em sua viagem.

O presidente da Bolívia voltará a La Paz na sexta-feira.